Cappuccino Cast #93 – Crise das Bancas de Jornal

EXTRA! EXTRA! Está rolando uma crise das bancas de jornal! Falamos sobre as dificuldades dos donos, tecnologias, locadoras, pontos de Wi-Fi e muito mais com os jornaleiros:

Caíque ApolinárioTwitter | Instagram | Goodreads | Skoob | Livro na Amazon
Raquel Cortez MachadoInstagram | Twitter  | Goodreads | Skoob | Livro na Amazon
Wellington TorresTwitter | Instagram | Quadrinhos Genosha

Com a edição de Caíque Apolinário.

Leia o artigo: O fim de uma era: A extinção das Bancas de Jornal

ASSINE NOSSO FEED!

Deixe seu feedback para melhorarmos cada vez mais e entregarmos o melhor podcast possível a todos vocês. E nos avalie com 5 estrelas no iTunes!

logo cappuccino cast
Cappuccino Cast  
é o podcast do site Book’s Time Brasil onde temos como ingredientes nerdice, humor e muito conteúdo para você!


logo whatsappEntre para nosso grupo do WhatsApp!
Clique no link e tome um cafézinho:
https://bit.ly/2pQ23Ki


Comente em nosso campo de comentários e também em nossas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/bookstimebrasil/
Twitter: 
https://twitter.com/bookstimebrasil
Instagram: https://www.instagram.com/bookstimebrasil/
Deezerhttps://www.deezer.com/en/show/56271
TuneIn: http://tunein.com/radio/Cappuccino-Cast-p966472/

E em nosso email: cappuccino.btb @ gmail.com

2 COMENTÁRIOS

  1. Excelente episódio. Minha opinião sobre o desaparecimento das bancas é simples:não irão.

    Ao contrário das locadoras de vídeo e lojas de CDs/Discos, a experiência com livros e gibis são físicas. Embora as mídias para ouvir e assistir fossem físicas (CD, VHS, DVD), a essência do conteúdo era “virtual” por assim dizer.

    No caso das revistas, livros, HQs, gibis, etc, a experiência é puramente física: você quer sentir o papel, o cheiro, sentir o relevo. Isso não tem como substituir. Um exemplo claro disso são os albuns de figurinhas da copa. Embora tenham versões virtuais, continua sendo um recorde de vendas em ano de copa.

    Parabéns mais uma vez pelo episódio!

    • Cara, concordo contigo. Ainda há esperança pra revitalizar este negócio!

      Além da experiência física com os gostos principais, a tradição e a referência de ser e ter uma banca de jornal vai perdurar por muito tempo. Mas os donos precisam fazer algo diferente ainda.

      Valeu pelos elogios, Luiz e apareça por aqui mais vezes!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.