Crítica | One Day At a Time – A série que precisamos

Surpreender o público é sempre uma tarefa complicada, e atualmente as viciantes séries possuem a difícil tarefa de transmitir mensagens que resinifiquem um pouco do mundo para os seus espectadores, mostrando mais representatividade nas telas. Tarefa que foi realizada com sucesso pela sitcom One Day At A Time.

Criada por Gloria Calderon Kellett, sua estreia ocorreu em 2017 no serviço de streaming Netlix e a série é um remake dos anos 70, onde a autora retrata a vida da família Alvarez, de origens cubana, em Los Angeles.

A produção expõe em sua primeira temporada, situações de discriminação pelas quais imigrantes estão a mercê após as eleições de 2016. Uma dessas personagens é Penelope (Justina Machado), uma veterana de guerra, que atualmente trabalha como enfermeira. Recém divorciada, cria seus dois filhos adolescentes e lida com problemas como depressão e crises de ansiedade, tentado sempre mostrar o melhor para a sua família.

Seu filho Alex (Marcel Ruiz), é um adolescente que cresce no meio de mulheres fortes, aprendendo constantemente como se portar no meio social e mudar suas atitudes para ser um bom homem. Já sua filha, Elena (Isabella Gomez), ativista dos direitos LGBTQ+, causa ambientais e feministas, tenta mostrar aos parentes como é importante ter essas discussões. Elena também vive a experiência da pressão que sente ao contar para todos sobre suas escolhas.

Eles vivem com a avó materna Lydia (Rita Moreno), uma viúva excêntrica, cubana, católica, cheia de charme e com um belo sotaque, que se refugiou nos Estados Unidos nos anos 60. Suas convicções são diferente do resto da família, sendo os seus comentários e atitudes, muitas vezes, os pontos mais engraçados dos episódios. Ela possui um grande admirador, Dr. Berkowitz (Steven Tobolowsky), chefe de Penelope, é um homem carente de afeto e família.

Juntando-se a eles temos Scheneider (Todd Grindell), um grande amigo, vizinho e dono do prédio em que vivem. Ele é o típico solteiro rico, charmoso e engraçado, mas seu diferencial é que em todo momento tenta aprender mais sobre Cuba, querendo fazer parte da família. O personagem encara inúmeras vezes seu passado com álcool e drogas.

A série que precisamos - One Day At A Time
Elenco principal da série reunido.

São diferentes gerações vivendo sobre um mesmo teto, cultivando muito de sua cultura cubana, trazendo à tona situações e discussões pertinentes ao dia a dia como política, sexualidade, depressão, vícios, porte de armas, drogas, religiões e cultura… sempre com argumentos claros e de forma delicada.

A comédia sabe balancear bem seu choro e seu riso, sendo atual e essencial para essa sociedade que está tentando tonar-se algo melhor, ganhando voz em meio a qualquer idade e público.

Sua terceira temporada estreou esse ano (2019), com seus fãs ansiosos por mais histórias e debates (é claro, a série não desapontou). Oferecendo argumentos inteligentes sobre o feminismo em situações como assédio e um final inesperado, junto de uma lição sobre o amor próprio e com ele toda a sua importância. A vida dessa família acaba provocando para quem assiste aquela sensação de ‘’ quero mais’’, já que os personagens estão em constante evolução.

A sitcom sempre enfrenta dificuldades antes das estreias de suas novas temporadas, pois a audiência dos episódios não alcança o esperado. No entanto, provando sua importância e sucesso, foi indicada em duas categorias no Critics’ Choice Television Award desse ano, como melhor série de comédia e melhor atriz para Justina Machado. A criadora Gloria, anunciou que a Netlix acredita na importância da série, porem deixa em aberto se terá ou não uma quarta temporada, ou se o público terá que se despedir da família Alvarez.

Mas não esqueçam, para assistir essa incrível e inspiradora produção, não se pode deixar os lencinhos de lado e tem que estar preparado para se divertir com abuelita Lydia e aprender lições de diferentes formas com Penelope. O único trabalho é observar como tudo o que se faz com amor pode ser simples de ser entendido.

isabelrosado
Procurando me tornar uma boa jornalista para tentar mudar um pedacinho do mundo com algumas histórias.
Café Expresso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.