Tutorial da Vida Recém-casados

recem casados daniel puerto

Sempre fui um cara simples, sempre fiz amizade fácil e por isso fiz muitas, e minha esposa reclama quando sai comigo porque fico parando de mesa em mesa no shopping quando encontro os amigos, mas realmente a vida me abençoou com muitas amizades e a maior delas conheci a dezesseis anos. Nunca me esqueci quando a vi pela primeira vez, passando pelo corredor do escritório com uma calça jeans, camiseta amarela e rabo de cavalo, olhei , virei e olhei outra vez, pensei comigo “Rapaz, vou casar com essa mulher…” e me apaixonei na hora, então fomos apresentados , começamos a namorar, noivamos e a nove anos nos casamos.

 

Ela ficou muito apreensiva com o casamento e passou alguns meses com aquele frio na barriga enquanto eu estava tranquilo, nada me abalava, mas faltando uma semana para o casamento eu surtei, não conseguia trabalhar direito, não dormia, enfim, eu não sabia o que estava acontecendo comigo, mas estava muito desligado, a ponto do meu chefe me mandar para casa várias vezes.

Enfim, chegou o grande dia. Acordei cedo, tomei um banho demorado e me arrumei, nos encontramos no cartório, depois de um belo discurso do Juiz de paz estávamos oficialmente casados, mas ainda tinha a cerimônia religiosa que seria naquela noite.

Cheguei à igreja, tremia mais que vara verde, nessa hora você percebe que todos vão ficar te olhando a noite toda, sorrindo e acenando. Entrei na igreja e começou o suor, o tempo passava e nem sinal da Karina chegar, em pé no altar enquanto os convidados conversavam entre si e olhavam para mim, eu pensava: “Será que ela não vem?”. Até que o momento mais esperado chegou. As portas se abriram e lá estava ela, linda, sorrindo pra mim, do jeito que sempre sonhei, a cerimônia foi rápida, graças a Deus, pois logo no começo o botão da minha calça se abriu e passei todo casamento segurando a calça.

A festa foi muito boa, aproveitamos o máximo que pudemos, pois, os noivos tem aquele compromisso chato de passar de mesa em mesa para cumprimentar as pessoas. Nossa lua de mel foi em Porto de Galinhas, lugar maravilhoso, companhia perfeita, uma semana muito bem aproveitada em um chalé a beira-mar.

Quando voltamos é que entendemos o que realmente é o casamento. Ao chegarmos no mesmo apartamento, diferente das outras vezes quando eu a levava para a casa dela, acordar juntos, resolver pequenas coisas como o que fazer para o almoço, descobrir que o lixo do banheiro não vai sozinho para a rua, que as roupas não se lavam sozinhas, e a comida só vem quando ligamos para pedir ou cozinhamos com as nossas próprias mãos.

Eu não trocaria por nada a vida que tenho hoje, é muito bom chegar em casa e saber que tem uma companheira para todas as horas, hoje tenho certeza que à quatorze anos fiz a melhor escolha da minha vida. Hoje tenho a minha melhor amiga, companheira, amante, melhor mãe para o meu filho, sábia e conselheira. Enfim, com ela eu faria tudo outra vez e outra vez.

bio PUERTO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.